Surfari | Trip-O-Rama: República das Maldivas Trip-O-Rama: República das Maldivas | Surfari

Trip-O-Rama: República das Maldivas

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos

Há poucas semanas atrás apresentamos o perfil e o trabalho do filmmaker gaúcho Kaléu Wildner. Na entrevista, Wildner contou sobre suas mais recentes viagens a alguns belos países asiáticos, dentre eles a República das Maldivas. Depois de algum tempo em fase de produção, hoje foi lançado o curta que retrata a passagem de Kaléu e do freesurfer Elohe Ali, residente de Florianópolis, pelas ilhas.

O resultado da viagem pode ser conferido no vídeo.

Maldives from Kaléu Wildner on Vimeo.

Antigamente os habitantes do arquipélago eram altamente dependentes da pesca e da exploração marinha. Essa ainda é principal fonte de renda e subsistência da população, sendo uma prioridade dos investimentos governamentais. No entanto, o país é constituído por aproximadamente 1.190 ilhas – das quais apenas 203 são habitadas – o que, aliado ao clima quente e a água cristalina, se traduz em um potencial turístico enorme.

Nessa viagem, que durou 12 dias, a dupla conheceu as ilhas de Malé (a capital), Jails, Sultans e Kandooma. Na maioria dos locais é possível encontrar ao menos um luxuoso resort ou hotel, o que estimula um turismo de poder aquisitivo elevado – e constitui 28% do PIB da nação. Nesse tempo, Kaléu e Elohe relatam ter encontrado boas ondas e muito potencial apesar de sua estadia não ter coincidido com nenhum swell mais intenso, os fundos de corais e reef passes que avistaram se mostraram perfeitos. Afiados também.

Apesar de a religião oficial ser o islamismo e esta abranger a totalidade da população – outros cultos e práticas religiosas são proibidos por lei – os locais são bastante receptivos. Nas palavras do filmmaker: “é um lugar perfeito para viajar e observar uma cultura diferente, com ondas perfeitas e paisagens alucinantes”.

Introdução por Lucas Zuch, baseado no relato de Kaléu Wildner.

Instagram