Surfari | Trip-O-Rama Las Leñas Trip-O-Rama Las Leñas | Surfari

Trip-O-Rama Las Leñas

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos
O Surfari foi iniciado a partir de uma paixão em comum de dois amigos por um esporte, o surf. Praticada por nós desde a infância, esta atividade, que nas últimas cinco décadas caiu no gosto milhões de novos praticantes, possui uma possibilidade de adicção tão grande que muitas vezes pode ser comparado a um vício. Este é um tópico que pode abrir muitas discussões acerca de se esse vício seria saudável, se existe um vício saudável ou que o surf nada tem a ver com um vício.
%name %title

Infinitas ondas de neve.

No entanto, uma conclusão que é livre de discussão é que o surf – e mais amplamente, agregando os esportes com pranchas que surgiram a partir dele – é uma atividade que busca o prazer pelo simples ato de surfar. Apesar de a indústria do esporte ser muito voltada para a competição – algo que legitima atividades recreativas como um “esporte de verdade”, aspecto necessário para as primeiras gerações mostrarem aos outros que não estavam apenas se divertindo – estes esportes com pranchas são baseados na experiência do “usuário”. Não há gols a fazer, não há uma linha de chegada, não se briga contra o cronômetro. Apenas se está lá, naquele lugar, naquele momento. Simples assim.
%name %title

Prazer e contemplação.

À medida que entendemos alguns porquês sobre as coisas que fazemos e gostamos, ampliamos nossa capacidade de aceitar novidades e buscar experiências. Justamente quando pensava em escrever sobre prática do esporte pelo puro prazer surgiu no email do Surfari a experiência do amigo Olavo Kuhn. Olavo é um ávido surfista e viajante que viu no snowboard uma extensão muito prazerosa do surf e quis dividir sua experiência conosco. Abaixo você confere o depoimento sobre a viagem e um vídeo filmado e editado pelo próprio Olavo.
%name %title

Algumas faces de Las Leñas.

“Las Leñas fica na província de Mendoza, Argentina. O jeito mais comum de chegar la é pegando um avião para Buenos Aires, e depois um outro avião até Malargüe, uma cidade pequena em Mendoza. A partir daí, se pega um ônibus direto do aeroporto de Malargüe para Las Leñas, onde deixam todos em um hotel no pé da montanha. Las Leñas é uma cidade (ou apenas uma vila) bem pequena. A cidade é composta, basicamente, por atrações para turistas – hotéis, pousadas, apartamentos para alugar, e outros atrativos como restaurantes, bares, boates – que no inverno (alta temporada) são, na maioria, pessoas a fim de fazer ski e snowboard. O lugar é bem pequeno mesmo, dá para fazer tudo a pé. Mais próximo da montanha se encontra a estação de ski/snowboard, onde é possível alugar os equipamentos e é onde ficam os lifts (teleféricos), para subir a montanha. Toda essa brincadeira é um pouco cara quando se compara a surf trips, mas com certeza é divertido. Para quem gosta de surf, snowboard é uma bela alternativa. A emoção de estar no topo da montanha e descer fazendo curvas da maneira que quiser, indo de um lado para outro em alta velocidade e curtindo o visual é, as vezes, tão divertido quanto pegar algumas boas ondas”.

Fotos, vídeo e depoimento por Olavo Kuhn.
Texto adicional por Lucas Zuch.

Instagram