Surfari | Trip-o-Rama Fernando de Noronha pt.3 Trip-o-Rama Fernando de Noronha pt.3 | Surfari

Trip-o-Rama Fernando de Noronha pt.3

Para finalizar o Trip-O-Rama Fernando de Noronha vou lembrar um pouco das coisas que mais me chamaram a atenção e que servirão como dicas para que os futuros visitantes possam aproveitar muito esse paraíso. Antes de ir a Fernando de Noronha pesquise nos links abaixo sobre passeios, pousadas e, também, sobre o pagamento da taxa de preservação. Isso irá facilitar e agilizar sua entrada na ilha, evitando filas no aeroporto.

 

http://www.ilhadenoronha.com.br/?gclid=CMrBvLyBvbMCFRRbnAod9C0Aag ou

http://www.noronha.pe.gov.br/

 

%name %title

 

Pechinchar preços com as pousadas é essencial, sempre se consegue um valor menor e para aqueles que não são tão exigentes, existem pousadas mais simples, com cama confortável, ar condicionado e um banheiro limpo. Afinal, não esqueça, você não desfrutará muito do quarto, apenas dormirá e tomará seu banho, o resto do dia você fica na rua, mergulhando, nadando, surfando, comendo, pegando sol, fazendo passeios de barco, pescando ou indo para a balada.

 

%name %title

 

Existem lugares em Fernando de Noronha que os turistas não conhecem e que apenas os locais sabem chegar. Converse com as pessoas, seja gentil e você pode descobrir alguns tesouros. Cachoeiras na época das chuvas (de maio a agosto) e piscinas naturais que não são apenas as da Praia do Cachorro ou da Baía dos Porcos. Na maré seca muita coisa aparece nessa ilha.

Algumas vezes, o turista é barrado por placas e correntes e não encaram a trilha por causa dos avisos. Não deixe de arriscar ir mais adiante pulando uma cerca ou uma corrente. Mas, por favor, isso não se aplica a inconsequentes e desmiolados. Ande sempre acompanhando e nunca leve nada com você, à exceção de fotos e memórias. Ainda assim, tome cuidado com os agentes do IBAMA, pois se você for pego com certeza vai levar um puxão de orelha ou então uma multa.

%name %title

Desfrute das facilidades da ilha, converse, troque ideia com os locais, eles são a fonte de informação que você não encontra em nenhum guia turístico. Muitas vezes a comunidade local oferece o mesmo serviço que uma empresa que está na ilha, mas com valores mais acessíveis, como locadoras de veículos, comida, bolos, geladinho – mais conhecido como chup-chup –, aluguel de máscaras e nadadeiras, aulas de surf, entre outros produtos e serviços.

%name %title

 

Pesquise sempre antes de fechar negócio, isso não se aplica apenas à ilha de Fernando de Noronha que tem preços bem elevados, mas também para qualquer lugar que você visite. Sempre existe outra maneira de fazer o mesmo passeio ou adquirir um produto.

Lembra do que falei sobre a maré seca?! Então, essa condição oferece um mergulho sem igual na Praia do Porto, onde anteriormente falei de um barco naufragado. Nesse local, na baixa da maré você chega perto do barco rapidinho, enquanto na maré cheia você tem que ser bom de fôlego para descer até o barco e guardar um ar para permanecer lá embaixo por mais tempo. A mesma condição recomendo para visitar Baía dos Porcos e também a Laje que fica ao lado da Pedra Dois Irmãos, na Cacimba do Padre.

 

%name %title

A Praia do Leão também proporciona bons mergulhos e sobre o Sancho não é nem preciso comentar. Esta última é a praia que vai lhe mostrar o porquê Fernando de Noronha é tão cobiçada por turistas do mundo todo.

%name %title

 

%name %title

Alimentação é uma coisa muito importante na ilha. Buffets estão por todas as partes, mas para aqueles que querem ficar na praia, existe uma tele entrega com variado cardápio de peixes e carnes. Qualquer local saberá lhe informar o telefone, mas a dica é pedir com antecedência, pois muitos moradores também utilizam o serviço e a comida demora a chegar.

Um lugar que não pode deixar de ser visitado é a Praia da Atalaia. Uma piscina natural lhe espera com muitos filhotes de tubarões famintos por peixes. Fique tranquilo, pois eles não gostam de carne humana e quando eles o avistarem vão sair fugindo de medo. A Baía dos Golfinhos rotadores é outro lugar imperdível para se visitar, mas para apreciar esse local é preciso acordar cedo. Cedo como 5h da manhã para ficar aguardando esses animais inigualáveis entrarem na Baía após uma intensa noite de caça. Com certeza o passeio de barco na área vale muito a pena e praticar o plana-sub irá lhe proporcionar uma experiência ainda mais divertida, com sorte é possível ver uns golfinhos bem de perto.

 

%name %title

 

Baleias, tubarões e arraias estão constantemente circulando a ilha e barcos de pesca estão sempre à disposição para quem aprecia uma boa pescaria. Antes falei sobre a comunidade local, não deixe de interagir com ela. Visite os pescadores na Praia do Porto, jogue conversa fora, numa dessas você consegue uma pescaria grátis. Você pode também comprar um peixe bacana e convidar um local para prepará-lo na folha de bananeira em plena Praia do Bode. Garanto que você nunca mais esquecerá dessa refeição.

Fernando de Noronha é realmente um lugar mágico e deve ser visitado pelo menos uma vez na vida. Pode ser caro, mas é altamente aconselhável deixar de fazer aquela trip para o exterior e entrar de cabeça nesse paraíso que lhe proporcionará momentos únicos e paisagens maravilhosas.

%name %title

 

%name %title

 

%name %title

 

%name %title

 

%name %title

 

%name %title

 

Boa viagem.

Instagram