Surfari | Surfari Mangiare #1 Surfari Mangiare #1 | Surfari

Surfari Mangiare #1

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos

Surfari Mangiare é a sessão de comida, rango, boia, grude, ou seja lá como você se refere a uma refeição. Você pode estar pensando, ‘peraí, eu vim pra esse site porque gosto de surf!’, sim, exatamente. O surf é um esporte/estilo de vida muito abrangente, e em algum momento antes ou depois de surfar ou durante uma surftrip você vai ter que se alimentar. Por isso, o Mangiare está aqui! A proposta do quadro é passar receitas rápidas, fáceis e/ou baratas e que você, projeto-de-cozinheiro, tenha ideias para a próxima refeição.

Se alimentar é uma das premissas básicas da sobrevivência humana. Proteínas, carboidratos, gorduras, amidos. Muitas vezes não nos preocupamos muito como as combinações e efeitos de diferentes ingredientes atuam no nosso corpo. Mas tudo bem. O que importa é Mangiare!

Hoje re-estreia nosso quadro gastronômico. Gastronomia talvez seja um modo um pouco pomposo para os vídeos de receitas que irão ao ar quinzenalmente, pois no fundo, o que importa aqui é a rapidez de preparo, a disponibilidade de utensílios e, claro, a acessibilidade dos ingredientes (leia-se o preço, dimdim, mirréis).

Pra receita do dia, nosso parceiro Vico Crocco preparou um prato saboroso, nutritivo e que não pesa no bolso nem no estômago. A ideia é um rango que pode ser preparado em duas panelas e servido rapidamente. Pra não pesar, mas manter a energia em alta, a receita de hoje não leva carne, porém, Vico afirma que o combustível pra segunda (ou terceira) sessão do dia tá garantido.

Ingredientes e passo a passo da receita:

Salsinha

Cebolinha

Alho-Poró

Cebola Roxa

Quiabos

Tomate Cereja

Ervilha Torta

Alho

Pimenta Dedo de Moça

Abacate (estilo avocado)

Azeite de Oliva

Sal

Curry!

Arroz integral (nesse prato foi usado um tipo biodinâmico)

 

Preparo do arroz:

– Refogar o alho-poró com sal e azeite de oliva até soltar aroma.

– Acrescentar e refogar o arroz junto a um dente de alho (apenas amasse o dente).

– Dica: para cada xícara de arroz acrescentar duas de água. Não mexer durante o cozimento. Acrescente um pouco mais de água caso o grão ainda esteja muito duro ao evaporar toda água (isso pode acontecer dependendo do tipo do arroz utilizado).

 

Preparo acompanhamento 1 (salada de abacate):

– Corte os ingredientes abacate, cebola roxa, salsinha, pimenta (tire as sementes para diminuir a ardência).

– Acrescente azeite de oliva por cima do abacate, em seguida a pimenta, a cebola e a salsinha.

– Reserve.

 

Preparo acompanhamento 2 (salada de ervilha torta):

– Corte as ervilhas tortas (cruas mesmo e sem o fio que “amarra” elas).

– Acrescente os tomates cereja, cebolinha e, pra finalizar, acrescente azeite de oliva.

– Reserve.

 

Preparo do refogado:

– Deixe cortados todos os ingredientes do refogado (quiabo, cogumelos, cenoura, alho-poró, cebola roxa).

– Comece pelo quiabo, refogando apenas o legume em uma frigideira bem quente.

– Acrescente os demais ingredientes mantendo o fogo alto. A ideia é não cozinhar eles demais, deixar apenas salteados.

– Acrescente o curry e dê uma última chacoalhada na mistura.

– Salgue à gosto.

 

O rango:

– Quando estiver tudo pronto, misture o arroz junto com os legumes, misture.

– Sirva num prato (se não tiver frescura, um bowl facilita a mistura do refogado e dos acompanhamentos), o refogado com os acompanhamentos ao lado.

– E… MANGIARE!

 

Instagram