Surfari | Mike Hynson 70 anos Mike Hynson 70 anos | Surfari

Mike Hynson 70 anos

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos

Hoje é o aniversário de 70 anos de um dos caras que mudaram o surf. Uma das silhuetas estampadas no tão famoso poster pop-art do filme The Endless Summer, de 1964, dirigido por Bruce Brown pertence a ele. O norte americano Mike Hynson.

%name %title

Hynson com a companheira Carol. Foto: Liquid Salt Mag.

Mike já era um prolífico surfista/shaper – sua família alternou a moradia entre o Hawaii e a Califórnia desde que Hynson era um bebê – quando Brown o convidou para estrelar um filme que contaria a aventura de dois amigos em uma viagem seguindo o verão pelo mundo. Pensando em escapar do draft que provavelmente o levaria aos horrores da Guerra do Vietnam, ele prontamente aceitou. Mal sabia que sua vida estava destinada a mudar para sempre.

%name %title

O icônico poster de ‘The Endless Summer’.

No mais aclamado filme do gênero em todos os tempos, Mike interpretou ele mesmo. O esteriotípico surfista californiano, loiro, atlético, bonito e sagaz. Por sagaz le-se, às vezes, contraventor. Mesmo Brown tendo produzido um filme clean cut, que não mostrava nada impróprio da cena do surf na época, Hynson demonstrava certas doses de malícia que faziam seu parceiro na produção, o também americano Robert August, parecer um pré-adolescente.

Essa malícia o levou a flertar seriamente com o mundo das drogas. Desde jovem, Hynson era um entusiasta da cannabis e de LSD, fazendo parte, inclusive, de um grupo chamado Brotherhood of Eternal Love, uma espécie de distribuidor nacional de ácido lisérgico nos EUA. Após alguns anos de cambalachos e trambiques, Hynson foi mandado para a cadeia, onde permaneceu durante algum tempo e depois chegou a viver nas ruas, como um sem teto qualquer.

%name %title

Ainda assim, Hynson recuperou-se, voltou a fazer suas pranchas e vive uma existência tranquila há tempos. As marcas deixadas por ele na trajetória do esporte foram bem mais positivas do que suas contravenções. Uma referência de estilo na água e fora dela, Mike projetou a imagem do surf para o mundo e, gostemos ou não do esteriótipo californiano, ele foi um de seus formadores. Dentre os motivos que o fizeram ser apontado pela revista Surfer como um dos “25 surfistas que mudaram o esporte”, estão suas contribuições no desenvolvimento de designs avançados, como um modelo de três longarinas apelidado de “red fin”, uma silhueta de borda que enaltecia o controle da prancha (“tucked-under edge) e um popular desenho de quilha inspirado na nadadeira dos golfinhos.

Tudo isso talvez não supere a influência que ele exerceu sobre todos os surfistas quando, após subir as dunas de Cape St. Francis, encontrou “a onda perfeita” e inspirou milhares de pessoas a rodar o planeta atrás desse objetivo.

Parabéns pelos 70 anos Mike!

Referências: “The History of Surfing” e “The Encyclopedia of Surfing“, ambos do autor Matt Warshaw.

Texto por Lucas Zuch.

Instagram