Surfari | Iniciativa privada fazendo arte Iniciativa privada fazendo arte | Surfari

Iniciativa privada fazendo arte

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos

Ultimamente temos visto muita movimentação contra a participação de empresas privadas em espaços públicos. Entre os episódios com maior notoriedade, destaca-se o esfaqueamento dos mascotes infláveis da Copa do Mundo que são patrocinados pela Coca-Cola. No Surfari não erguemos a bandeira do liberalismo, assim como não jogamos a favor de nenhum outro ideal político/ideológico. Porém, acreditamos que é da iniciativa privada que tem se tirado os melhores exemplos de revitalização dos espaços esquecidos/mal cuidados.  Pode-se chamar de jogada de marketing ou qualquer outra coisa, mas, que bom que existem empresas que transformam o investimento decomunicação em atrativos para a sociedade. Ou você prefere ser forçado a assistir propagandas no Youtube?

Nesta linha, em Porto Alegre, a Sprite andou mexendo alguns pauzinhos para construir um monumento de latinhas em uma pista de skate, a Pepsi reformou a orla do rio, sem falar nas várias empresas que adotam os canteiros entre as ruas. Também nesta cidade, na última terça-feira, a parceria para uma simples revitalização de um muro (este não é público, mas está ali para quem quiser ver) nos chamou atenção. Cabem destacar as três organizações envolvidas nisso tudo para demonstrar a fluidez no andar da carruagem.

Complex, a pivô da história:

Um espaço que reúne pista de skate, loja, restaurante e bar. Aproveita o conceito em torno dos principais produtos e para divulgar isso já se tornou um lugar tradicional (mesmo com pouco tempo de existência) na organização de eventos que reúnem a arte em seus variados estados – Aqui mesmo já comentamos o lançamento do filme UPcycling. Resumindo a história, os muros da frente estavam feios e alguém teve a seguinte ideia:  “Vamos revitalizar, acho que nossos parceiros se interessariam.”

RVCA, a patrocinadora:

Uma marca californiana de confecções que aos poucos está entrando no mercado brasileiro. Segundo Guilherme, o Brand Manager da marca, a RVCA tem no seu DNA uma aproximação com o skate e com o meio artístico, sempre valorizando a cultura criativa. Convidada pela Complex, a RVCA deu uma olhada nos seus arquivos e escolheu um nome entre os que participam do Artist Network Program, uma criação da marca. O escolhido foi o grafiteiro paulista Tiago “Toes”. Como também é necessário valorizar a cultura local, a patrocinadora pensou: “Quem está mandando bem no Sul e poderia participar dessa ação?”

Casa Vendida, os artistas locais:

Eles se denominam um coletivo de artistas. Tudo começou para expor as produções de um grupo de amigos em uma casa que estava sendo vendida. Entre os anos de 2011 e 2012 eles passaram a fazer alguns trabalhos em parceria com a própria Complex, como exposições e até uma produção para a toda poderosa Nike. Eles aceitaram a proposta da RVCA/Complex e entraram nessa história representando a arte local.

O que aconteceu com essa união foi o seguinte:

RVCA + Casa Vendida + Tiago “Toes” @ Complex from Surfari on Vimeo. 

%name %title

%name %title

%name %title

Por maior que seja o anti capitalismo-consumismo-liberalismo-americanismo e outros tantos “ismos” que classificam ideais que muitas vezes não passam de fachada. Não há como negar que na iniciativa privada as coisas acontecem com uma velocidade extremamente superior à organização pública. Claro que muitas vezes essa agilidade atua em favor de coisas negativas para a sociedade, mas, existem muitas empresas que estão mostrando um caminho a ser seguido. Economia criativa, marketing de atitude, ação de guerrilha, intervenções urbanas. São tantas as classificações que não sabemos escolher.

Quanto àquela história do tatu: OK, independentemente do desfecho, protestos são importantes pois incitam a discussão, mas quando chegar em casa nada de beber aquela Coca-Cola gelada…

Ao invés de criticar, seria melhor colocar ideias boas em prática. Parabéns Complex, RVCA, Tiago e Casa Vendida.

Texto: Eduardo Linhares

Vídeo e fotos: Eduardo Linhares

Instagram