Surfari | Guess the Spot apresenta: Capbreton, França Guess the Spot apresenta: Capbreton, França | Surfari

Guess the Spot apresenta: Capbreton, França

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos

Até a década de 60, antes de um grupo de americanos viajar para França com outro objetivo além de visitar a torre Eiffel, o país era prestigiado principalmente pelo seu glamour, sua bebida alcoólica vinda das uvas, seu queijo, seu perfume, sua cultura, sua gastronomia, e é claro, Paris.

%name %title

Paris, anos 60. Foto: Tony Polonio Marco

De volta ao século XXI, tais características não mudaram muito. O país é o destino mais visitado do mundo, com cerca de 80 milhões de turistas anualmente. A diferença está que muitos destes viajantes levam consigo pranchas de surf, fugindo de Paris, e se direcionando diretamente para o litoral francês.

%name %title

Turistas em Paris, anos 50. Foto: Tony Polonio Marco

O surf na França se originou em meados dos anos 60, quando um grupo de californianos que trabalhava na produção de um filme para Hollywood percebeu na costa francesa um grande potencial de ondas, e, a partir deste fato, o país começou a se tornar uma referência para o esporte no Velho Mundo.

%name %title

Etapa francesa do WCT em Hossegor. Fonte: quiksilver.com

Respectivamente em sua costa, do sul ao norte, Biarritz, Capbreton e Hossegor são algumas das cidades litorâneas que podem oferecer um surf clássico, em sua maioria beach breaks com esquerdas e direitas, sendo justamente na cidade central da costa francesa que daremos destaque.

%name %title

Le Santosha, Capbreton. Foto: Eduardo Linhares da Silva

Capbreton é uma pequena cidade com cerca 8.000 habitantes e 7 km de praias, oferecendo picos como La Piste, e Le Santosha, que proporcionam surf praticamente o ano todo. A região por muitos anos foi palco do Quiksilver Pro Junior, onde as maiores promessas do surf mundial competem entre si.

%name %title

Le Santosha, Capbreton. Fonte: e-adrenaline.fr

Le Santosha é um lugar protegido de ventos e grandes swells, desta forma oferecendo um consistente surf de boa qualidade, onde as ondas são focadas para performance e manobras.

Direção da ondulação: Noroeste/oeste/sudoeste.

Direção do vento: Sudeste/leste/noroeste.

Melhor época para o surf: de maio a setembro.

Traje apropriado: Full suit no inverno (long john 4.3mm ou mais grosso, touca, luvas e botas); long john 3.2mm no verão.

Capbreton – Surf from FuelSurf on Vimeo.

Texto: Cássio Cappellari 

Instagram