Surfari | Bonzer 1971: Pranchas de surf, design e inovação antes da tri-quilha Bonzer 1971: Pranchas de surf, design e inovação antes da tri-quilha | Surfari

Bonzer 1971: Pranchas de surf, design e inovação antes da tri-quilha

O surfe é mesmo um esporte singular, descendente da antiga cultura polinésia se tornou referência em design e estilo de vida. Isto só foi possível porque manteve certa essência viva (aloha) sob o signo da inovação. As pranchas evoluíram espontaneamente, e com elas o estilo de surfar e as manobras.

Entre meados dos anos 60 e início dos anos 70, inovações fizeram do surf uma referência em esportes de ação, um misto de beleza plástica em meio a natureza selvagem.

A prancha de surf Bonzer foi criação de dois adolescentes australianos na década de 70. Esta prancha foi um presságio de muitas inovações que surgiriam décadas depois, o modelo quase caiu no ostracismo e hoje faz parte da história do esporte. O vídeo abaixo é uma é uma relíquia que mostra como o design da Bonzer influenciou o estilo de surfar, junto com  outros modelos desta época (veja Magic Sam e Fish).

Russ Short – 3 Fin Bonzer – Mexico ‘77 from Campbell Brothers Surfboards on Vimeo.

Os irmãos Malcom e Duncan Campbell desenvolveram o modelo em 1971, com o mesmo intuito que tantos outros shapers amadores (ao pé da letra) da época: construir uma prancha que surfasse ondas grandes com velocidade, movimento e estabilidade. De fato, as monoquilhas funcionavam bem em ondas grandes, mas tinham um desempenho limitado em ondas pequenas, enquanto as biquilhas possibilitavam altas manobras em ondas pequenas, mas perdia a estabilidade quando o mar crescia.

%name %title

Peter Townend e sua Bonzer, 1974.

A Bonzer usa conceitos de hidrodinâmica para fazer um modelo de prancha que possibilitasse obter mais velocidade em linha reta e ter pivot e controle em curvas rápidas. Estes modelo de prancha pode parecer um pouco bizarro, mas os princípios  estão presentes nas pranchas mais avançadas, responsáveis pelos surfistas de hoje voarem.

Esta foi a primeira prancha com 3 quilhas, mas o modelo só cairia na graça de todos os surfistas 10 anos depois com a prancha Thruster de Simon Anderson. Este fato mostra bem como acontecem as inovações, como diria o físico Antoine Lavoisier, ‘na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma’. O design das pranchas e o estilo de surfar, tudo possui genes das gerações anteriores, nenhuma ideia surge do nada, são a continuidade de outras.

%name %title

Princípios da inovação na prancha Bonzer: 1973. Foto: Site Surf Search

Texto por Guilherme Pallerosi.

Instagram