Surfari | Alimentação pré e pós surf por Maria Julia Alimentação pré e pós surf por Maria Julia | Surfari

Alimentação pré e pós surf por Maria Julia

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos

Comer bem é um dos maiores prazeres da vida, o problema é que nem todos os tipos de alimento combinam com o esporte. Durante o surfe gastamos muita energia, por isso é preciso estar preparado pra ficar no mar algumas horas. Foi pensando nisso que nós recorremos à nutricionista Maria Júlia Goulart pra dar dicas de como se alimentar antes e depois do surfe.

Agora é só seguir a lista e esperar a próxima ondulação.

Obs.todas as fotos desse post foram retiradas do Pinterest.
Introdução: Rachel Dias

OS OITO ALIMENTOS DO SURFISTA
por Maria Júlia Goulart

Muitos surfistas têm dúvidas sobre a alimentação adequada durante a prática do surf. Portanto, é necessário que fique clara a importância da alimentação pré e pós treino. Uma alimentação adequada e equilibrada auxilia a melhora da performance e do rendimento, e a recuperação do músculo, que sofre micro-lesões durante o exercício. Somado a isso, pode diminuir a ocorrência de fadiga, reduzindo as chances de lesão.

ANTES DO SURF:

É importante que alimentos que tragam energia (os chamados carboidratos) sejam ingeridos e que sejam feitas boas escolhas. É válido ressaltar que essa refeição seja leve, para que não se tenham problemas dentro d’ água, e que seja realizada pelo menos 1 hora antes de surfar.

Pão integral - MJ - 1

Alimentos recomendados:

1) Pão, massa ou arroz integral

Darão energia por um longo período do exercício. Por serem integrais, possuem fibras também. Se for adicionar ao pão algum tipo de laticínio, escolha os magros, de preferência os brancos como ricota, cottage, quark ou minas. Também, pode-se adicionar ao pão, uma geleia sem açúcar ou até mesmo mel.

Obs.: O ideal é que se saiba comprar um pão que realmente seja 100% integral e traga os benefícios. Procure um profissional Nutricionista para que ajude na escolha. A massa e o arroz não devem ser acompanhados de molhos gordos, ricos em gordura. Prefira molho leve, como o de tomate.

2) Banana

Excelente fonte de carboidratos, vitaminas, fibras e minerais com papéis fundamentais na hora do exercício.

Junto a ela, pode ser adicionada a aveia, alimento fonte de carboidratos que trarão mais energia para o treino.

3) Açaí

Fonte de carboidratos, vitaminas e minerais.

Cuide com os lugares onde se tem açaí batido com xarope de glicose, frutose ou milho, pois devemos comer a fruta de forma pura ou, no máximo, batida com mel. Cuide, também, as granolas, normalmente são alimentos ricos em açúcar refinado.

MJ.FOTO 2

4) Batata doce

Prefira ela apenas cozida em água, evite o máximo de gordura na forma de grelhado.

5)  Tapioca

O ideal é que seja associada com alguma fibra (chia, linhaça, amaranto, gergelim) ou fonte de proteína para que se diminua o índice glicêmico do alimento. No recheio, procure algo leve, como queijos brancos, carnes brancas (frango desfiado), geleia sem açúcar, verduras, legumes ou salada. Capriche nos temperos naturais: salsa, cebolinha, coentro, alecrim, orégano, cebola, alho, curry.

IMPORTANTE: Não há necessidade de se alimentar na refeição pré treino somente com estes alimentos. O ideal é que seja com o mínimo de gordura possível, portanto, evite o tradicional churrasco pré surf e as frituras!

 

DEPOIS DO SURF:

Para recuperarmos bem as micro-lesões causadas no músculo durante o exercício, temos que nos alimentar muito bem logo após o treino, com fontes boas de proteína e carboidrato.

MJ.FOTO 3

Alimentos recomendados:

6) Ovo

Excelente fonte de proteína, alimento rico em minerais e vitaminas. Pode ser feito de diversas formas: ovos mexidos, omeletes, cozido e pochê. Evite usar muita gordura e sal refinado na preparação. Capriche nos temperos naturais!

7) Carnes magras

Procure se alimentar com cortes mais magros de carne vermelha ou com carnes brancas como peixes e frangos. Evite os embutidos como o salsichão, salsicha, presuntos, peitos de peru, salames.

8) Iogurte

Boa fonte de proteínas, mas cuidado, procure sua Nutricionista para que faça a escolha certa da marca utilizada.

Pode ser adicionado uma fonte de carboidrato junto, como aveia, linhaça ou granola sem açúcar.

Obs.: Junto às preparações de proteína, pode ser adicionado um pão, massa, batata ou arroz, mas lembre-se: se tiver molho, que seja leve. Para os veganos, é necessário que haja um acompanhamento diferente, portanto, é necessária a ajuda de um profissional Nutricionista.

MJ.FOTO4

Considerações finais:

– As quantidades dos alimentos e como é feita a preparação da refeição no período de exercício físico dependem do objetivo de cada um no momento. Assim, não esqueça, procure um Nutricionista Esportivo que saiba avaliar e condicionar os melhores alimentos para o objetivo desejado.

– A alimentação durante todo o dia, também fora do horário do treino, é de extrema importância para que se obtenha o resultado desejado. Sendo assim, não adianta apenas cuidar da alimentação somente durante o treinamento.

– A hidratação é fundamental na prática do surf, devido seu papel em todas funções orgânicas no corpo. Não se esqueça nunca de tomar água antes, durante, se der, e depois ao longo do dia. Chimarrão e chás não estão valendo!

– A suplementação durante o período de exercício, algumas vezes, é necessária, depende da intensidade e volume do treino. Porém, deve ser individualizada e com acompanhamento do profissional Nutricionista.

– A água de coco é excelente para que se tome durante o surf. Essa bebida natural pode ser comparada ao isotônico, possuindo minerais importantes para a prática do exercício. Aproveite para adquirir a sua nas praias!

Instagram