Surfari | A Última Gota – Ricardo Dos Santos A Última Gota – Ricardo Dos Santos | Surfari

A Última Gota – Ricardo Dos Santos

Surfari
Vivemos, respiramos e amamos o que fazemos

O texto a seguir foi escrito e publicado na edição #85 da Revista Solto (a versão digital da revista você confere nesse link), se trata de uma homenagem póstuma a Ricardo Dos Santos. Enquanto, por vezes, o medonho mundo em que vivemos não oferece explicações plausíveis para o que aconteceu, cabe a cada um de nós tirar seus próprios ensinamentos e levar os bons exemplos dados por Ricardinho. No entanto, como sabemos que a justiça no Brasil não é tão cega ou imparcial quanto deveria ser, vale continuamente relembrar as autoridades de que estamos bem atentos aos avanços no processo do algoz de Ricardo.

surfari-Ricardo-Do-Santos

Foto: Ben Thouard

Algumas coisas na vida você não explica, apenas sente. A aleatoriedade do nosso dia a dia é muito maior do que gostaríamos de imaginar, e em meio a tantas inconstâncias e incertezas, existe apenas uma coisa, ou uma série delas, que define o resultado de nossa existência. Encontros. As pessoas que conhecemos e o modo como nos relacionamos com elas vai construir quem somos e como seremos lembrados. A nossa capacidade de oferecer algo útil e levar para si o que é válido, caracteriza a grandeza de nossa inteligência social. Enquanto a maioria de nós conheceu Ricardo Dos Santos por suas incríveis proezas em cima de uma prancha, botando pra dentro de túneis líquidos – que de tão pesados quase tinham seu estado físico alterado para sólidos – existe um lado da obra do catarinense que não deveria passar despercebido.

surfer-ricardo-dos-santos-surfari

Foto: Revista Surfar

Nascido e criado na Guarda do Embaú, recanto tranquilo e paradisíaco do litoral de Santa Catarina, Ricardo não necessitaria ter grandes ambições. Gerado em uma família de precursores do local, herdara alguns terrenos, conhecia e era conhecido pela comunidade, poderia muito bem ter aberto um comércio ou tarrafear para ganhar o sustento. Porém, ele não queria o sustento, queria ganhar o mundo. Com uma oratória voraz e ritmo de vida acelerado, Ricardinho tinha a capacidade de a cada encontro catalisar uma explosão criativa em quem quer que fosse. Na superação de limites físicos e mentais com Leandro Grilo e os prodígios da AprimoreSurf, nas lições de humildade com locais havaianos, na elevação de sua capacidade física e técnica com os parceiros Marcelo Amaral e Marcelo Barreira, nos amigos que incentivava a produzir conteúdo em foto e vídeo sobre sua própria vida (sem o menor grau de indulgência ou arrogância).

ricardo-dos-santos-surfari-puerto-escondido

Foto: Camila Neves

 

O fato de ter em si a extraordinária capacidade de encantar e ser encantado o levava a uma vida sem rodeios, sem meias palavras. Era tudo ou nad… melhor nem iniciar a conversa. Não havia espaço para culpa, a vida em terra era algo que devia ser celebrado ao máximo, espremida até a última gota. Quando chegou a hora de perceber, Ricardo teve que olhar de cima o resultado de sua obra. Seu carisma e relevância, provenientes de muita atitude dentro e fora d’água extrapolaram os limites do mundo do surf, o elevando ao patamar de grande herói do esporte. Ao mesmo tempo em que um sentimento de vazio extremo arrasava qualquer pessoa diante da brutalidade cometida com o ser humano Ricardo Dos Santos, havia uma fagulha, uma ponta de orgulho que insistia em brilhar naquele escuro mar de sentimentos. Esse orgulho vinha da certeza de que aquele era um exemplo a ser seguido, alguém que não se apequenou diante de nada e transformou a aleatoriedade da vida uma série de encontros que mudaram milhares de destinos.

ricardo-uruguay-william-zimmermann

Foto: William Zimmermann

 

Quanto à explicações, talvez a única coisa que já ouvi que faz algum sentido diante desse estapafúrdio desfecho, é que existem pessoas muito evoluídas que vem ao mundo com a missão de espalhar uma mensagem positiva e que seja relevante para o seu círculo de influência. Cada um deve ter tirado sua própria lição, eu aprendi com Ricardo Dos Santos a espremer a vida até a última gota.

 

Homenagem-ao-surfista-Ricardo-dos-Santos-Ricardinho-21.01.2015-Foto-Eduardo-Valente

Foto: Eduardo Valente

Por Lucas Zuch – 02/15

Instagram